Os passos entre a ideia e o roteiro pronto.

Retrospectiva de Conteúdos 2021: Para os Roteiristas.

Chega ao fim um  ano em que escrever passou a ocupar muito mais do dia. Menos abraços, mais mensagens de texto, mais tempo sozinho.

Para alguns a escrita se tornou uma necessidade, uma forma de se entreter sozinho, de fazer algo nascer da melhor forma que podia. Quem dirá quantos primeiros capítulos de livro, quantos episódios piloto, quantos curtas metragens não foram abandonados nesse último ano quase completo de isolamento social.

Esperamos que o que trouxemos para você sobre dramaturgia, estrutura e criação de personagens tenha contribuido em sua criação, como também te ajudado a avançar nos textos, porque começar, infelizmente, só não é mais fácil do que imaginar.

Pois bem, sua instrutora de roteiro Ana Johann esteve aqui sempre para te ajudar com isso: desenvolver uma ideia e finalizar, esse é o propósito de nossa Jornada Completa do Roteirista. 

O primeiro passo, claro, é ter uma ideia e saber o que vai sair dessa ideia. Uma série ou um filme? Uma minissérie ou um áudio drama? Muito importante, também, é ter uma essência, uma moral da história, uma tese para explorar com sua obra.

Quer um método bom para ter a direção inicial e conseguir escrever com mais foco?

Aqui está:

O método Guionarte te permite dar um norte para sua imaginação.

Então, agora, sua história, seu roteiro, precisa ser uma história de verdade. 

Cabe a pergunta, o que é uma história “de verdade”?

Resposta:

E quem vai habitar esse universo? Você precisa ser um criador de pessoas eficiente e perspicaz. Só que, como você deve ter descoberto esse ano, existe método para tudo que um roteirista imagina:

Lançamos esse ano o Minicurso Escreva a sua Série, e vocês adoraram! No clima da escrita para a telinha, se ainda resta dúvida sobre se você quer escrever uma série ou um longa para cinema, os principais formatos para um roteirista, cabe avaliar algumas das diferenças entre os dois –

– até porque são formas de arte audiovisual bem distintas.

Independente do tamanho da tela, contudo, existem estruturas universais, como a famosa Jornada do Herói, que você pode sistematizar em 12 etapas:

Mas nem tudo no roteiro e no cinema é estrutura. Algumas forças narrativas agem por meios mais misteriosos e menos passíveis de sistematização. Outras, ainda, são muito fortes, mas absolutamente externas ao roteiro em si. 

Encerramos esse ano, para os roteiristas, com uma conversa muito bacana com sua instrutora Ana Johann, convidada pelo festival Olhar de Cinema para uma palestra gratuita sobre dramaturgia, a grande arte do roteiro, e escrita, na semana Falas e Olhares.

E olha, esse foi o material introdutório. O pessoal da Jornada Completa do Roteirista rendeu nesse 2021… Muitas obras nasceram esse ano, como certamente vão nascer em 2022, e é isso que importa. Esperamos você com a gente ano que vem para mais aprendizado, para pôr mais arte e mais cinema no mundo.

Desejamos à todos os roteiristas um ótimo final de ano e um 2022 cheio de realizações e histórias concluídas, orçamento de sobra e seleções nos festivais de seus sonhos!

Ansiosos para ver o que vão produzir no ano que vem aí!

Compartilhe

Os passos entre a ideia e o roteiro pronto.

ColabCine

A ColabCine entende que o cinema é feito por e para pessoas. Sendo assim, a troca de experiências é fundamental. Somos um espaço de diálogo, debate, política e narrativas. Um espaço para provocação e reflexão sobre linguagem e sobretudo, as formas de ser e fazer cinema. Desde 2012, nosso propósito é ensinar tudo o que você precisa saber para iniciar e crescer na área. Com grandes profissionais do mercado, insights e mentoria, queremos que você viva ainda mais a sétima arte. Vamos?