Estude e aplique na prática: o processo de editar filmes.

Retrospectiva de Conteúdos 2021: Edição Cinematográfica.

Lançamos em 2021 nosso curso Edição Cinematográfica, ministrado pelo editor Tomás Von der Osten e fizemos duas turmas. 

Nesse ano de trocas sobre edição e montagem já tivemos muito material bacana produzido.

Nesse início de estudos sobre edição, trouxemos as primeiras noções importantes sobre montagem cinematográfica para o cinema como o conhecemos hoje. E essas ideias e técnicas foram, principalmente, contribuições dos soviéticos nos anos 20, quando nasce um cinema moderno e cheio de ideias e ambições na Europa.

Por isso, começamos com a base: como a montagem conta uma história, arranja a narrativa.

Ainda falando sobre os soviéticos, te ensinamos também uma ideia peculiar que o grande russo, Sergei Eisenstein, escreveu lá em 1927: a semelhança entre os mecanismos da língua escrita japonesa e a montagem cinematográfica. 

E é uma ideia que pode te ajudar muito a entender o fundamento conceitual da montagem e também a pensar sua própria montagem de uma forma diferente.

E falando em sentido e montagem, também te ensinamos sobre raccord, ou a técnica de conectar duas tomadas correspondentes:

Ainda sobre o sentido construído entre cortes, seu instrutor Tomás Osten, a convite do festival Olhar de Cinema, realizou uma palestra gratuita muito informativa sobre o olhar do editor e a direção do olhar do público, e vocês adoraram.

Se você perdeu, aproveite esse final de ano para relaxar e aprender:

E a cor não é exatamente a preocupação de um editor, e sim do colorista. Mas com certeza será importante no processo de seleção e ordenação de imagens no filme.

Mas nem só de teoria vive um bom editor. 


Também abordamos algumas questões mais práticas da profissão e do mercado.

Por exemplo, você que gosta de editar tem que saber que realmente leva um tempo para chegar a ser requisitado para projetos como longas e séries. Por isso, é importante traçar um plano para adentrar o mercado, e uma ótima ideia é sempre explorar o que poucos estão explorando onde você possa aperfeiçoar seu fluxo de trabalho e praticar os seus conhecimentos teóricos.

Por isso, fizemos um texto comentando o mercado de edição de trailers, onde se encontram poucas empresas especializadas no Brasil.

Ainda, começamos nossa série de perguntas e respostas comentando temas específicos sobre edição: 

Como editar a partir de um material já editado? O que faz um coordenador de pós-produção? Um editor precisa ler o roteiro do filme que vai editar?

Se você tem uma dúvida deixe ela nos comentários do post que vamos respondê-la nos próximos Perguntas e Respostas.

Desejamos a todos os editores e editoras um ótimo final de ano e um 2022 cheio de realizações e histórias concluídas, tempo para editar de sobra, muitos requisitos e seleções nos festivais de seus sonhos!

Ansiosos para ver o que vão produzir no ano que vem aí!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. A montagem (edição) de um filme é tão brilhante. Dá para se fazer quase um outro filme a depender da maneira de como o filme é editado. É uma arte tão bela.